A Associação de Andebol do Porto (AAP) e a Federação de Andebol de Portugal (FAP)
realizarão no Porto um Curso de Treinador de Andebol de Grau II, entre dezembro de
2021 e junho de 2022.

O curso terá um número máximo de 30 formandos e as sessões serão duas por semana: à
terça-feira (noite) e sábado (manhã), alternando a terça-feira (noite) com quinta-feira (noite).
Regra geral, as sessões teóricas serão realizadas em regime à distância (online) e as sessões
práticas em regime presencial.
A assiduidade não pode ser inferior a 90% da carga horária de cada uma das Unidades de
Formação do percurso formativo nas componentes de formação geral e específica.
A componente prática será realizada em pavilhões desportivos do Grande Porto (ainda a
definir).
Este Curso terá o valor de 190 Euros relativos à componente geral e específica, mais 60 Euros
relativos à componente prática (estágio).
As inscrições para o Curso de Treinadores de Andebol – Grau II da AAP encontram-se abertas
até ao dia 12 de dezembro de 2021, no Portal da FAP.
O prazo limite para Pré-inscrição é dia 12 de dezembro (próximo domingo).

Critérios gerais de candidatura:
– Idade mínima de 19 anos;
– escolaridade mínima obrigatória em função do ano de nascimento;
– já ter o título Profissional de Treinador/a de Andebol de Grau I, ou que cumpra os requisitos
definidos na legislação para “Praticantes de Alto Nível”;
– cumprimento dos requisitos específicos da modalidade, quando exigido pela respetiva
federação desportiva ou entidades que venham a ser reconhecidas como representantes e
reguladoras de modalidades desportivas;
– desempenho efetivo de 1 ano ou uma época desportiva com a duração mínima de 6 meses de
exercício profissional da função de treinador de Andebol de Grau I, excetuando os que
cumpram os requisitos definidos na legislação para “Apoio às Carreiras Duais”.

Critérios Específicos de Seleção:
(no caso do número de candidatos ser superior ao limite máximo)
– Estar inscrito num clube pertencente à Associação de Andebol do Porto,
– comprovar que é o responsável técnico por uma equipa e escalão etário onde é
necessário – possuir o TPTD de grau II;
– limitação de inscrição no curso de grau II de dois técnicos por clube e género.
– classificação final obtida no curso de grau I.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

eighteen + twenty =